sexta-feira, dezembro 18, 2009

Hino Homérico XXIV: A Héstia

Héstia, que de soberano Apolo longiflecheiro
um sagrado lar na divina Pito assistes,
sempre de tuas madeixas escorre fluido óleo de oliveiras.
chega nesta casa, achega-te, de coração,
com Zeus próvido: e ao mesmo tempo infunde graça no canto.

Trad. Rafael Brunhara

2 comentários:

Espartana disse...

só estranhei o "santa" rsrs

Frau Forster disse...

você bem que curte um neologismo, sr. velocípede :)