quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Transar bem todas as ondas
a Papai do Céu pertence
fazer as luas redondas
ou me nascer paranaense.
A nós, gente, só foi dada
essa maldita capacidade,
transformar amor em nada.

P.Leminski

Um comentário:

Frau Forster disse...

Adorei o poema! Esse cara é bárbaro!